Distribuir contido

Brasil

Distribuir

Distribuir contido

Boa parte do traballo do IGADI plásmase en numerosos artigos e colaboracións en prensa e revistas especializadas.

Para unha mellor clasificación e localización dos actuais 2598 artigos que integran a sección de Análise e Opinión, temos dividido estes nos seguintes apartados temático/xeográficos:

29/09/2022
29/09/2022

Um total de 51 parlamentares do Parlamentoo Europeu assinaram uma carta à presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e ao chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Josep Borrell, pedindo que o bloco pressione o governo brasileiro a respeitar a Constituição no caso de uma derrota nas urnas do presidente Jair Bolsonaro.

16/09/2022
16/09/2022

O artigo fai parte da publicación impulsada polo IGADI no 2020 "O Mundo Desde Aquí: A Pandemia da Covid-19"

O golpe mais baixo da chegada do coronavírus no Brasil foi ele ter chegado no começo do ano, nem in medias res e nem no final. Chegou quando ainda tínhamos muito frescas as nossas resoluções de ano novo, quando ainda tínhamos areia no cesto de roupa suja de quando pulamos as nove ondas em homenagem à Iemanjá à meia noite nas praias do Rio de Janeiro, quando estávamos no auge do nosso carnaval, quando tudo é festa, é liberdade, é colorido e parece que o mundo está reunido aqui: entre a praia e o morro.

01/09/2022
01/09/2022

Prólogo de Geralda Magella de Faria Rossetto co Antonio Martínez Puñal

A obra atópase dispoñible nesta ligazón

19/08/2022
19/08/2022

Quando se trata do ambiente político da América Latina, o Brasil é sem dúvidas o país que mais suscita interesse.

O “Gigante verde-amarelo” – ainda que...cada vez menos verde... – É considerado o líder regional por preferência, já seja pela sua população de mais de 210 milhões de habitantes (IBGE2020), que corresponde a aproximadamente a metade da América do sul, ou pelo seu território que compreende 48% do total da região. Em termos econômicos o Brasil dista muito de seus vizinhos e mesmo quando possuí taxas de crescimentos abaixo das desejadas, continua sendo uma locomotiva para a economia local.

03/05/2022
03/05/2022

No primeira parte deste artigo sobre as relações  entre o Brasil e a Galiza, publicado nesta revista digital em sua edição anterior falamos do papel histórico da Galiza na formação de uma área cultural e linguística galaico-portuguesa, e que mesmo havendo divergências entre os historiadores e pesquisadores quanto ao desenvolvimento do atual galego e português como línguas irmãs ora como unidade linguista fracionada ora como línguas diferentes, são muitas as sinergias que hoje servem de impulso para um aprofundamento das relações, tanto com Portugal como com o Brasil.

29/04/2022
29/04/2022
www.incomunidade.com

Entre Brasil e Galiza existe um forte vínculo emocional e histórico, muitas vezes representados pela diáspora galega e seus descendentes e mais recentemente pelo fluxo de brasileiros que emigraram para Europa buscando melhores condições de vida ou simplesmente recuperando antigos laços familiares.   

14/03/2022
14/03/2022

O Brasil foi o primeiro país da América do Sul que formalizou relações com o Império Russo em 1828. Em 1876 Dom Pedro II chegou a realizar uma visita de caráter privado, sendo recebido pela Academia de Ciências da Universidade de São Petersburgo. Desde então as relações entre ambos os países, distantes a mais de 11 mil km (Usando ambas as capitais como ponto de referência) foram acompanhando as evoluções do cenário geopolítico mundial se caracterizando por um constante movimento de sístole e diástole.

10/03/2022
10/03/2022

O novo marco legal da acción exterior española e galega desenvolve un amplo abano de posibilidades á hora de ordenar e dinamizar a acción exterior autonómica e aproveitar todas as oportunidades dun bo posicionamento internacional. Galicia está preparada para aproveitar ese novo marco, desde a nosa natureza na sociedade internacional, décadas de traballo público e subterráneo de  actores variados, así como desde o último ano cun marco xurídico claro, coa Lei galega de Acción Exterior e Cooperación ao Desenvolvemento aprobada en marzo de 2021.

15/05/2021
09/04/2021
Praza

Tras corenta anos de autonomía e un cuarto de século compartindo participación na UE, as relacións entre Galicia e Portugal semellan varadas no tempo. Alén Miño, Galicia, sen apenas diferenciación, segue sendo España. Moitos se laian da falta de empatía do lado portugués. Mais o certo é que en todo este tempo nunca contamos en Galicia cunha política ambiciosa e integral a propósito dunha visibilización xenuína en Portugal. Mil esforzos e mil graos de area, moitos deles proveitosos, pero sen un obxectivo macro definido con claridade.  

07/07/2020
07/07/2020

O presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, ganhou repercussão internacional ao longo de sua campanha presidencial e posterior começo de mandato, devido ao seu discurso de extrema direita, com uma perigosa aura neofascista e autoritária. Além de seu crescente negacionismo em face aos temas de relevância internacional e de direitos humanos.

29/06/2020
29/06/2020

No Brasil é comum identificar as diferentes comunidades de imigrantes e seus descendentes, assim como as contribuições destas no processo de formação identitária, econômica e política do país e seu posterior relacionamento com os países emissários.

10/06/2020
10/06/2020

La dictadura militar en Brasil abarca un periodo que fue desde 1964 hasta 1985, a pesar de tratarse de un evento reciente, existe un gran desconocimiento de la población en relación a los efectos de la misma y sus impactos en la sociedad, política y economía, una vez que no hubo un corte epistemológico tras la restauración de la democracia, sino una simbiosis de la nueva estructura democrática con viejos conceptos del régimen militar, siendo incluso calificada por algunos historiadores como una dictablanda, una vez que no hubo una centralización en la figura de un líder único, como ocurrió en el caso de Chile con Pinochet,  sino que hubo una sucesión de militares en la presidencia, generando una falsa sensación de alternancia de poder, sin de hecho producirse una ruptura social derivada de la caída del régimen.  

22/05/2020
22/05/2020

Este artigo fai parte do IGADI Annual Report 2019-2020 "Da guerra comercial á Coivd19"

Há uma década atrás, em 2010, o Brasil registrava um crescimento de 7,5%, sendo usado por diversas nações como exemplo de superação da pobreza, fome e desigualdade social. Mais de 40 milhões de pessoas entravam em uma nova classe média e no mercado de consumo, fazendo com que o país superasse a economia do Reino Unido, se transformando na 6ª maior do planeta. Mesmo com o avanço da Crise Financeira Internacional, o Brasil continuava registrando crescimento, geração de empregos e oportunidades de investimento, sendo talvez um dos principais marcos que pautaram essa evolução a saída do mapa da fome da ONU em 2012 e a transformação de devedor a credor do Fundo Monetário Internacional (FMI).

19/03/2020
19/03/2020

Não é de hoje que o cidadão brasileiro minimamente consciente percebe que o atual mandatário do cargo máximo do Executivo Nacional, o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido), ainda não se deu conta dos protocolos e das complexidades inerentes à sua posição. Ou talvez pior, que muito possivelmente não tenha definitivamente as condições necesarias para sair de sua retórica eleitoral, baseada em disseminar fake news, perseguir grupos minoritários e ao enfrentar questões complexas, manejar piadas e frases engraçadas como saída, principalmente quando se trata de economia.

08/07/2019
08/07/2019
Praza Pública (Galicia)

Portugal e Brasil dominan os torneos de 2019

Dificilmente unha conxuntura tan positiva para a lusofonía, neste caso dende un deporte de masas tan popular como o fútbol, pode observarse na actualidade. A Portugal de Cristiano Ronaldo obtivo en xuño pasado a Liga das Nacións de Europa, revalidando o seu título de campión da Eurocopa 2016. E este 7 de xullo, o Brasil obtivo a súa novena Copa América. O fútbol da lusofonía está de noraboa. E Galicia debe tomar nota disto.

Tempo exterior: Revista de análise e estudos internacionais