Cabo Verde : Palabra chave

milton2

“Eventos como a pandemia da Covid-19 demonstram quão urgente é a transição para modelos económicos, sociais e ambientais sustentáveis e que respondam às necessidades humanas”

Milton Jorge Monteiro dos Santos, de nacionalidade cabo verdiana, é natural de São Francisco, Cidade da Praia. É licenciado em Geografia e ordenamento do território pela Universidade de Cabo Verde. Atualmente residente em Santiago de Compostela e estudante do Mestrado de Planeamento e Gestão territorial pela Universidade de Santiago de Compostela. No 2023 apresentou o trabalho “Atitude dos residentes face ao desenvolvimento do turismo rural em Ribeira de Principal, Calheta São Miguel e em Padrón, Galiza-Espanha: Uma análise comparativa”.

A Morabeza, a qualidade caboverdiana, Qualidade de quem é amável, delicado, gentil

A identidade cultural caboverdiana e a marca indelével africanista

Liñas de investigación Observatorio Galego da Lusofonía
Apartados xeográficos Asia

Sem dúvida alguma, isto é, consciente ou inconscientemente todos os cabo-verdianos estão intimamente enraizados à identidade (marca) indelével africanista, a não confundir com o processo revolucionário da “negritude” de Leopold Sedar Senghor (Senegal). Aqui nestas 10 ilhas, 9 habitadas, o processo da “mestiçagem” ou a conjugação da aquisição cultural “africano-ocidental”, fez despontar uma cultura original, sobejamente evidenciada no carácter próprio da literatura cabo-verdiana.

Batuku

A língua materna na comunicação transcultural em Cabo Verde

Liñas de investigación Observatorio Galego da Lusofonía
Apartados xeográficos África

Cabo Verde, todas estas dez maravilhosas ilhas do atlântico médio, esta nação inteira, tem “Alma Grandi”, derivado duma autenticidade cultural universal. Sim a nossa cultura é a grande força motriz da resiliência cabo-verdiana, e impôs-se naturalmente protegendo-nos no existencialismo da nossa sobrevivência contra fome, crises sanitárias diversas, tais como Covid -19, Dengue, Paludismo e sobretudo, o Colonialismo e mais “pragas”…

Floating Music Hub de Mindelo, ilha de São Vicente.

Em Cabo Verde os projetos econômicos diferiram-se na industria turistica, as 9 ilhas habitadas esperam desenvolvimento!

Liñas de investigación Observatorio Galego da Lusofonía
Apartados xeográficos África

A forte presença “católica”, na cidade de Ribeira Grande de Santiago, popularmente denominada de Cidade Velha, prova e identifica a vivencia e existencia socio-religiosa e cultural, para não dizer moral, com um código de valores cívico-religioso que permitiu que os habitantes da ilha de Santiago e mais tarde os de todas as outras ilhas do …

Em Cabo Verde os projetos econômicos diferiram-se na industria turistica, as 9 ilhas habitadas esperam desenvolvimento! Ler máis »

Cabo Verde fai parte da AOSIS, Alliance of Small Island States

600 Bilhões de Dólares para investir em Infraestrutura na África Subsaariana e Países em Desenvolvimento

Nosso pequeno país arquipelágico, do atlantico médio como, as demais pequenas ilhas insulares membros da “Aliança de Pequenos Países Insulares, (Aliance of Small Islands States, “AOSIS”)”, que incorpora, mais de 40 países, dispersos nas regiões da África, Caraías, Pacifico e Índico… Sofreram (e sofrem) na pele as consequências da pandemia “Covid -19”: os males vindos das actividades nocivas, sobre o ambiente e o oceano, causados e praticados principalmente, pelos primeiros e grandes poluidores do planeta, os países superindustrializados, encabeçados pela China, USA, Índia e União Europeia. Não foi fatalidade alguma a nossa recente vivência, aqui em Cabo Verde de três anos, consequitivos de “Seca Agravada”… Resultados de estudos cientificos esclarecem as causas e efeitos sobre o meio ambiente!!

Cabo Verde fai parte da AOSIS, Alliance of Small Island States

Cabo Verde: Exigência de Justiça Climática contra o Desastre Ambiental

Liñas de investigación Observatorio Galego da Lusofonía
Apartados xeográficos África

Todos, os ilhéus, como é o nosso caso, somos e seremos, as primeiras vítimas dos problemas das alterações climáticas, provocadas essencialmente, por terceiros e seremos, todos, influenciados pelas perturbações e mudanças que terão impactos negativos, nos nossos projetos de “desenvolvimento socioeconómico”. O que fazer para sobreviver e com que recursos?

Características dos jornais cabo-verdianos, os orgãos de formação e informação e a nova normalidade

Liñas de investigación Observatorio Galego da Lusofonía
Apartados xeográficos África

Garante da democracia, ou o quarto poder, os “JORNAIS” e sítios de informações digitais são importantíssimos para Cabo Verde, nação arquipelágica de 4032 km2, jovem e moderna, que precisa de “soluções”, ao seu processo de desenvolvimento. Tendo a consciência que a confrontação de opiniões é útil e indispensável e actua para amplificar visões, vencer ou …

Características dos jornais cabo-verdianos, os orgãos de formação e informação e a nova normalidade Ler máis »